Quer divulgar seu evento ou sua empresa na TV NORDESTE?
Entre em contato conosco: Telefone: (83) 9189-3003
 .

MORRE EM MARAGOGI MESTRE TIAO DO SAMBA

O mestre Sebastião Amaro dos Santos, 81 anos, líder do grupo Samba de Matuto Leão da Primavera, do município de Maragogi, morreu na manhã de segunda-feira (28), vítima de um acidente vascular cerebral.

Tião do Samba, como era conhecido, obteve em agosto de 2012 o reconhecimento por meio do Registro do Patrimônio Vivo, concedido pelo Estado de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), pelo seu trabalho de preservar e disseminar a cultura e tradição do folguedo Samba de Matuto.

O Samba de Matuto é um folguedo quase extinto em Alagoas, porém o mestre, ainda carregava vestígios da força desse costume centenário que tem origem no litoral norte do Estado.

No povoado de Barra Grande, em Maragogi mestre Tião liderava o grupo de homens e mulheres, sob o soar do seu apito e guardava com simplicidade a tradição da prática do raro folguedo. Remanescente da cultura popular da localidade, o grupo de Samba de Matuto cantava e dançava acompanhado dos versos improvisados e entoados pelo mestre há mais 60 anos. 

O sepultamento aconteceu nesta terça-feira, às 10h, no Cemitério de São Bento, em Maragogi. O velório ocorre na casa da família, em Barra Grande, também em Maragogi.

http://primeiraedicao.com.br/noticia/2014/07/29/morre-em-maragogi-mestre-tiao-do-samba
.

A MACEIÓ DOS MILIONÁRIOS: MERCADO DE LUXO CRESCE NA CAPITAL COM NOVAS MARCAS

De um lado, belezas naturais. De outro, contrastes sociais e desigualdade na distribuição de renda. Em um contexto como esse, um novo mercado de consumo ganha cada vez mais destaque em terras alagoanas: o de luxo. E Maceió, ao que indica a chegada de uma série de empreendimentos do setor, parece ser a bola da vez dos investimentos neste segmento, voltado para uns poucos que gastam muito.

Nas ruas e em estacionamentos, não é difícil se deparar com verdadeiras “máquinas” sobre rodas, a exemplo do Camaro, da Chevrolet, e, com a chegada da Norden Motors, de carros com a marca BMW. No ar, há quem passeie de helicóptero vez ou outra. Já na praia, jet skis e lanchas são elementos cada vez mais presentes entre os banhistas. Fica em Alagoas, aliás, o Estaleiro Phoenix, que lidera o ranking de produção do setor no país, com embarcações a preços que vão de R$ 50 mil a R$ 1 milhão.

Com um litoral que encanta moradores e turistas, uma rede hoteleira que beira a lotação máxima todos os anos e grandes resorts em sua costa, em janeiro, dois hotéis do estado apareceram entre os dez melhores empreendimentos do setor no Brasil em ranking do site especializado TripAdvisor. Foi aqui, nesse cenário, que cerca de 500 embarcações movimentaram em janeiro a IV edição do Lopana Phoenix Fest, que é considerado o maior evento náutico do Nordeste.

O mercado imobiliário não fica atrás. Condomínios de luxo e mansões se proliferam em Alagoas, com valores que superam e muito a casa de R$ 1 milhão por imóvel. Não à toa, Jacarecica - no Litoral Norte de Maceió - está para inaugurar um shopping destinado às classes A e B, onde até os cinemas devem ter salas vip, com diferenciais para quem pode pagar e exigir mais conforto. Na lista de lojas, marcas famosas no país e inéditas no estado.

Um exemplo do crescimento deste segmento é a recém-inaugurada Norden Motors, que, em apenas 15 dias, com carros da BMW em exposição, superou as expectativas dos próprios empresários e vendeu 25 veículos. Para se ter uma ideia, o preço dos automóveis varia entre R$ 80 mil e R$ 350 mil, e deve alcançar R$ 500 mil com o lançamento do modelo M6 Gran Coupé.

Neste embalo, uma nova concessionária realiza os últimos preparativos para sua inauguração em Maceió: a Auto Premium, que deve ampliar a oferta de veículos diferenciados com a venda de grandes marcas como a Jeep.

O ritmo de crescimento do mercado de luxo se encaixa perfeitamente em uma pesquisa da revista Exame, de 2012. Segundo a publicação, Alagoas ocupa a 15ª posição no Mapa dos Milionários do Brasil: dos 3,1 milhões de habitantes, 658 são milionários.

Fonte: http://tnh1.ne10.uol.com.br/noticia/economia/2013/09/22/266549/a-maceio-dos-milionarios-mercado-de-luxo-cresce-na-capital-com-novas-marcas

MACEIO - ALAGOAS

Maceió é um município da Microrregião de Maceió, na Mesorregião do Leste Alagoano, no estado de Alagoas, na Região Nordeste do Brasil. É a capital e a mais populosa cidade do estado. Ocupa uma área de 510 655 km². 

Sua população em 2011 estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística era de 936 608 habitantes. Integra, com outros dez municípios alagoanos, a Região Metropolitana de Maceió, totalizando cerca de 1 160 393 habitantes8 , sendo o mais populoso de Alagoas, o 17º de todo o país e o 73º do continente americano. 


A cidade tem uma temperatura média anual de 25 a 29 graus centígrados. Na vegetação original do município, pode-se observar a presença de herbáceas (gramíneas) e arbustivas (poucas árvores e espaçadas). Com uma taxa de urbanização da ordem de 99,75 por cento, seu Índice de Desenvolvimento Humano é de 0,735, considerado médio pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e o primeiro do estado. Faz divisa com cidades como Rio Largo, Satuba, Marechal Deodoro, Paripueira entre outras às quais é ligada pelas BR-101, BR-104, BR-316 e AL 101, Maceió é a principal cidade do estado e, atualmente, vive um intenso crescimento econômico e de infraestrutura, sendo uma cidade considerada capital regional A, segundo a hierarquia urbana do Brasil. 

É o maior produtor brasileiro de sal-gema. Seu setor industrial diversificado é composto de indústrias químicas, açucareiras e de álcool, de cimento e alimentícias. Possui agricultura, pecuária e extração de gás natural e petróleo. Possui o maior produto interno bruto do estado, 9 143 488 000 reais: o 41º maior do país. As festividades realizadas na cidade anualmente atraem uma enorme quantidade de turistas. Podem ser citados o Maceió Forró e Folia, Maceió Music Festival e o extinto evento carnavalesco Maceió Fest10 , além de suas festas de natal e réveillons como o Réveillon Absoluto e Réveillon Celebration. 

Conta com importantes monumentos, museus, como o Museu Palácio Floriano Peixoto, o Museu Théo Brandão, o Teatro Deodoro. Foi desmembrada em 1839 da antiga Vila de Santa Maria Madalena da Alagoa do Sul, atual cidade de Marechal Deodoro. Sempre conhecida como "Cidade-Sorriso" e "Paraíso das Águas", hoje é considerada como o "Caribe Brasileiro", devido às suas belezas naturais, que atraem turistas de todo o mundo. Segundo o IBGE, deve ser a próxima capital estadual a chegar a ultrapassar a marca de 1 milhão de habitantes em 2014 ou 2015.